AWAKE: A Vida de Yogananda é um documentário não convencional sobre o Swami hindu que trouxe a Yoga e a meditação para o Ocidente na década de 1920. Paramahansa Yogananda é o autor do clássico espiritual "Autobiografia de um Iogue", que já vendeu milhões de cópias em todo o mundo, e é um divisor de águas para os buscadores, filósofos e entusiastas da Yoga. Era o único livro que Steve Jobs tinha em seu iPad, e ele fez com que 800 cópias do livro fossem dadas aos amigos que compareceram ao seu velório. O livro também foi a porta de entrada para o misticismo oriental de George Harrison, Russel Simons e incontáveis iogues.

Ao personalizar a sua própria busca pela iluminação e compartilhar suas lutas ao longo do caminho, Yogananda fez os antigos ensinamentos védicos se tornarem acessíveis a um público moderno, atraindo muitos seguidores e inspirando milhões de buscadores que hoje praticam Yoga.

Filmado ao longo de três anos, com a participação de 30 países ao redor do mundo, o documentário examina o mundo da Yoga, moderna e antiga, de leste a oeste, e explora o porque de milhões de pessoas estarem voltando a sua atenção para dentro de si mesmos, contrariando as limitações do mundo material, em busca da autorrealização.

O material de arquivo da vida de Yogananda (que entrou em Mahasamadhi em 1952) cria um eixo central para a narrativa, mas o filme se estende às dimensões de uma biografia padrão. O filme inclui entrevistas estilizadas, imagens metafóricas e recriações, levando-nos, a partir de peregrinações santas na Índia, para a Escola de Teologia da Universidade de Harvard e seus laboratórios de física, do Centro de Ciência e Espiritualidade da Universidade da Pensilvânia para o Centro Chopra em Carlsbad, Califórnia.

Evocando a jornada da alma que realiza seus esforços para se sobrepor à opressão do ego e à ilusão do mundo material, esse filme cria uma experiência de imersão em domínios invisiveis. AWAKE - A VIDA DE YOGANANDA é um filme da própria humanidade: a luta universal de todos os seres para se libertarem do sofrimento e buscarem felicidade duradoura.

O New York Times descreve AWAKE como "extraórdinário e "provocativo". Los Angeles Times diz que é "profundamente comovente, revelador e envolvente". A Hollywood Repórter declarou que "assistir deveria ser uma obrigação para todos os americanos".

O documentário foi lançado no Brasil em 19 de novembro de 2015,  simultaneamente em dez cidades: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Salvador, Florianópolis, Belo Horizonte, João Pessoa e Santos.

Atualmente está disponível no:

 

AWAKE – A VIDA DE YOGANANDA é dirigido por Paola di Florio (Speaking In Strings, 1999) e Lisa Leeman (One Lucky Elephant, 2010),  ambas já indicadas ao Oscar e ao Sundance Film Festival

PRÊMIOS

  • Prêmio do Público | Melhor Filme - ILLUMINATE - Festival de Cinema 2014
  • Prêmio do Público | Espírito de cinema - MAUI - Festival de Cinema 2014
  • Seleção Oficial | SEATTLE INTERNATIONAL 2014

SOBRE AS DIRETORAS

Paola di Florio

Fundadora da Counterpoint Films, Paola di Florio é diretora já indicada ao Oscar e produtora de televisão com trabalhos que envolvem temas humanistas. Seus filmes foram lançados em cinemas de vários países e exibidos na HBO, CBS, NBC, FOX, PBS, Sundance Channel, Court TV, TLC e A&E.

Seus documentários Speaking in String e Home of the Brave descrevem a vida de mulheres fortes e determinadas, que impactaram a cultura americana. Na televisão, assina a produção da série Directors on Directors, que teve uma exibição especial no aniversário de 50 anos do Festival de Cinema de Locarno. Foi premiada pelo Festival de Cinema de Sundance, pela Academia de Filme Cinematográfico Artes & Ciências, pela Writers Guild e pela Associação Internacional de Documentários.

Lisa Leeman

Estreou na direção com o longa Metamorphosis: Man into Woman, pelo qual foi premiada no Festival de Cinema de Sundance. Seu documentário One Lucky Elephant, foi considerado um dos melhores documentários de 2011.

Nos últimos anos, Lisa dirigiu, produziu, escreveu e editou documentários pequenos e de destaque, entre os quais Out of Faith (PBS) e Crazy Wisdom: The Life & Times of Chogyam Trungpa (Alive Mind Cinema). Codirigiu, com Haskell Wexler, Who Needs Sleep (Sundance, 2006) e editou Made in LA, além de vários filmes para Renee Tajima-Pena, Michele Ohayon, Micha Pele e Stanley Nelson. É professora na USC's School of Cinematic Arts e já deu aulas sobre filmagem de documentários em cursos de mestrado na China, Portugal, Jordânia & Malawi.

SOBRE O PRODUTOR

Peter Rader

Peter Rader trabalhou como diretor/roteirista de filmes e de televisão por vinte anos. Seu primeiro roteiro, Waterworld, foi produzido pela Universal em 1995. Desenvolveu projetos para outros estúdios e líderes da indústria cinematográfica como Steven Spielberg, Dino De Laurentiis, John Davis e Mario Kazar. Escreveu e dirigiu a refilmagem do Escape to Witch Mountain para a ABC/Disney. Rader estudou na Universidade de Harvard, e deu aulas de roteiro, música e fotografia. Ele também dirigiu episódios do programa de TV Dog Whisperer - com Cesar Milan - e é autor de Mike Wallace: A Life, biografia do lendário jornalista. Atualmente escreve seu segundo livro para a Simon & Schuster.

EUA, 2013, 87 min, classificação livre.